Ceará tem mais de 4 mil profissionais da saúde infectados


Considerando as mortes, 13 no total, a maioria dos óbitos aconteceram entre técnicos de enfermagem


Na linha de frente no combate ao novo Coronavírus estão os profissionais da saúde, que lidam diretamente com os pacientes suspeitos e infectados com a doença. No Ceará, segundo a plataforma Integrasus, existem 4.538 confirmações da Covid-19 entre trabalhadores da categoria.
A maior parte das vítimas são técnicos ou auxiliares de enfermagem, que correspondem a 30,24% dos casos. Enfermeiros e médicos aparecem em seguida, no segundo e terceiro lugar, respectivamente. 
Considerando as mortes, 13 no total, a maioria dos óbitos aconteceram entre técnicos de enfermagem. Médicos e enfermeiros aparecem em segundo e terceiro lugar, respectivamente. Um dos casos mais recentes aconteceu em Amontada, segundo o Conselho Regional de Enfermagem (Coren). O enfermeiro Manoel dos Santos Garcês faleceu no último dia 17 de maio. "Dr. Garcês, como era conhecido, atualmente atuava como coordenador do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) de Amontada, no interior do Estado", diz nota de pesar. 
Uma das pacientes que entram na estatística, a técnica de enfermagem Lídia Batista (26), conseguiu se recuperar, mas não esquece os momentos complicados que passou enquanto se tratava. "Eu não tava conseguindo mais conseguir falar, não tava conseguindo andar. Andava dois passos e cansava. Eu não aguentava ir ao banheiro, fazia xixi em um balde no quarto. Eu dormia com os travesseiros nas minhas costas, dormia sentada, por não conseguir respirar", relata. 
Benefício para afastados

Desde a última semana, a Secretaria de Saúde do Ceará (Sesa), disponibilizou um telefone para atendimento e orientação dos profissionais diagnosticados com a Covid-19 sobre o recebimento do auxílio em caso de afastamento das atividades. As pessoas que têm direito ao benefício devem entrar em contato pelos telefones (85) 3101-5147 ou 3101-5267, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17 horas. Além do atendimento telefônico, em breve a Sesa disponibilizará no site da Secretaria um formulário para a solicitação do benefício.
O pagamento é referente a um salário mínimo para técnico de enfermagem e profissional de nível médio; três salários mínimos para profissionais de nível superior (não médico) e quatro salários mínimos para médico. Se o período de afastamento for inferior a 30 dias, o pagamento do auxílio será proporcional aos dias em que o profissional esteve ausente do trabalho. Em caso de morte por Covid-19, serão pagos 10 salários mínimos à família, cônjuge, dependentes ou pais do profissional. A população também pode se informar sobre o seguro pelo telefone.

Cnews

Postar um comentário

0 Comentários