Decretado bloqueio total para não residentes, em Camocim



A partir da zero hora desta segunda-feira (04) ficam fechadas, enquanto estiver vigente o estado de emergência em saúde para enfrentamento ao novo coronavírus (COVID- 19), todas as principais entradas que permitam o acesso ao Município de Camocim, salvo para, 

residentes (comprovando com inscrição no cadastro do Imposto Predial Territorial Urbano - IPTU); 
Pessoas que trabalhem nos estabelecimentos cuja atividade seja essencial (devendo apresentar documento); 
Transporte de mercadorias essenciais ou casos de urgência; 
Pacientes oriundos dos municípios que têm competência para referenciar atendimentos de saúde para a Policlínica Coronel Libório Gomes da Silva e Centro de Especialidades Odontológicas Regional (CEO-R) (devendo apresentar comprovante de marcação do exame/consulta); 
Pacientes oriundos dos municípios que têm competência para referenciar atendimentos de saúde para o Hospital Deputado Murilo Aguiar; 
Usuários oriundos de municípios da região que buscam atendimento nos estabelecimentos privados de saúde de Camocim (clínicas, laboratórios e assemelhados), devendo apresentar comprovante de agendamento emitido pelo estabelecimento.

Não será permitida a entrada no Município de Camocim de veículos cuja atividade econômica seja o transporte de passageiros, a exemplo de táxi, topic, ônibus e assemelhados.

As pessoas de segunda residência que ingressarem no Município deverão necessariamente cumprir a quarentena mínima de 7 dias. 

A autoridade sanitária providenciará o cadastro para efeito de controle de todas as pessoas que ingressarem no município, sejam residentes ou trabalhadores. 

O decreto foi baixado hoje pela Prefeita Monica Aguiar. 

Camocim Online

Postar um comentário

0 Comentários