IFCE prorroga suspensão do calendário letivo até 31 de maio


A medida visa resguardar a saúde de seus cerca de 39 mil alunos e 3.500 servidores

O Instituto Federal do Ceará (IFCE) prorrogou, até o próximo dia 31 de maio, a suspensão das atividades acadêmicas presenciais nos 33 campi da instituição, Reitoria e no Polo de Inovação Embrapii Fortaleza. A medida visa resguardar a saúde de seus cerca de 39 mil alunos e 3.500 servidores. Além disso, atende recomendações do Governo do Estado, do Ministério da Saúde e da Organização Mundial da Saúde, sobre a necessidade de conter o avanço da pandemia de Covid-19 no Ceará.
A decisão foi recomendada pelo Comitê de Enfrentamento à Covid-19 no IFCE (CEC/IFCE), em reunião realizada por videoconferência na quinta-feira, 30 de abril. Os detalhes da prorrogação da suspensão do calendário acadêmico podem ser conferidos na Resolução nº 09/2020, do Conselho Superior.
A resolução define ainda que os cursos que já´ são ofertados em educac¸a~o a dista^ncia pelo IFCE continuara~o a realizar as atividades, com excec¸a~o dos encontros presenciais; e que as disciplinas ofertadas a dista^ncia que compo~em os Projetos Pedago´gicos dos Cursos presenciais continuarão com atividades remotas, sendo vedados os encontros presenciais.
Outro ponto importante definido pela resolução é que, mediante avaliação e planejamento o IFCE deve ampliar as possibilidades de continuidade das atividades acadêmicas na forma remota, sobretudo o desenvolvimento dos componentes curriculares aos estudantes que precisam finalizar apenas as disciplinas do u´ltimo semestre para concluir o curso e a continuidade, de forma remota, da oferta das disciplinas do último período letivo dos cursos integrados ao ensino médio, ou seja, daquelas que incluem estudantes matriculados no último semestre/ano, buscando minimizar prejuízos em relação ao Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM).
No entanto, os estudantes que estiverem impossibilitados de cursar as disciplinas durante o período de suspensão dos calendários letivos terão seu direito assegurado para conclusão em tempo posterior.
Paralelo a isso, o IFCE trabalha para viabilizar formas de ampliação da conectividade dos estudantes regularmente matriculados.
TRABALHO REMOTO
Já o expediente administrativo da instituição também seguirá, majoritariamente, em trabalho remoto, enquanto perdurar o estado de Emergência em Saúde Pública de Importância Internacional decorrente da Covid-19, permanecendo o atendimento das atividades essenciais presenciais em escala de revezamento de plantão de servidores e terceirizados. A solicitação de trabalho remoto para o novo período deverá ser feita por meio do Sistema Eletrônico de Informações (SEI), de acordo com a Portaria nº 511/2020, como já vinha sendo feito.

Cnews

Postar um comentário

0 Comentários