Bolsonaro sanciona lei que prorroga validade de receitas médicas e odontológicas



Receitas médicas e odontológicas de uso contínuo terão prazo por tempo indeterminado de validade, enquanto durar as medidas de isolamento adotadas durante a pandemia do novo coronavírus. A determinação foi sancionada pelo Presidente da
República Jair Bolsonaro (sem partido). 

A medida não vale para medicamentos de controle especial e antimicrobianos, que são regulados por normas específicas". 

As novas regras não valem também para medicamentos de controle especial como a hidroxicloroquina, a cloroquina, a ivermectina e a nitazoxanida – associadas ao tratamento de covid-19. 

Será obrigatório que a prescrição médica informe que a medicação indicada é de uso contínuo. 


Camocim Online

Postar um comentário

0 Comentários