Cavalo é encontrado com tornozeleira eletrônica no interior do Ceará



Após denúncias de moradores, policiais militares se depararam com uma tornozeleira eletrônica presa em uma das patas de um cavalo, em Iguatu, no Centro-Sul do Estado. O flagrante aconteceu por volta de 20 horas de segunda-feira (6), na Rua Amália Brasil, no bairro Vila Neuma. Segundo o delegado da Polícia Regional da cidade, Marcos Sandro, o equipamento pertence a um indivíduo condenado por assalto e tráfico de drogas, em Várzea Alegre, a 62km de Iguatu. Agora, o criminoso é considerado foragido da Justiça.

“Ele fugiu de Várzea Alegre e, possivelmente, passando por Iguatu, colocou a tornozeleira no cavalo, que estava na rua, para tentar despistar a polícia. Conseguimos identificar o criminoso pelo número da tornozeleira. Hoje pela manhã, já comuniquei ao juiz e ao sistema penitenciário, que virão buscar o equipamento”.

Segundo o delegado, não foi preciso identificar o proprietário do animal por não ter relação com o crime. "A apreensão foi realizada pela Polícia Militar sob o comando do Coronel Sobreira", pontuou Sandro.

A tornozeleira foi levada à Delegacia Regional ainda na noite de segunda-feira (6), onde foi registrado um Boletim de Ocorrência com apreensão e apresentação do material. Na manhã desta terça-feira (7), o infrator, que estava sob medida cautelar, devendo, portanto, usar a tornozeleira, foi identificado. Em nota, a Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) do Ceará informou que trata-se de Luan Pereira Bastos, de 20 anos, autor de crimes de roubo e tráfico de drogas.

Conforme Sandro, o juíz responsável pelo caso deve, com isso, reverter a pena do indivíduo para prisão em regime fechado. Segundo a SAP, forças táticas e da inteligência da Polícia Militar procuram pelo criminoso.

Com informações do Diário do Nordeste.

Postar um comentário

0 Comentários