Vacinação contra a febre aftosa termina dia 31 de julho


A meta de vacinação do rebanho é 90%, 72,63% do rebanho do Ceará já vacinado


O novo calendário da campanha de vacinação contra a febre aftosa encerra nesta sexta-feira (31), após a prorrogação causada pela pandemia da Covid-19. É justamente o prazo final para a declaração e também para a aquisição das vacinas nas revendas.

Iniciada em primeiro de Junho de 2020, a campanha de vacinação tem a coordenação da Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Ceará (Adagri) e a execução é uma parceria com os escritórios da Ematerce em todo o estado.

A presidenta da Adagri, Vilma Freire, reforça que os produtores rurais não devem deixar a vacinação para a última hora. Segundo ela, a meta de vacinação do rebanho é 90%.

O presidente da Ematerce, Antonio Rodrigues de Amorim, reforça o chamamento para a compra da vacina e vacinação dos animais. Ele alerta que após o prazo, os produtores estão sujeitos a multa e sanções.

O Programa Nacional de Febre Aftosa (PNEFA), Plano Estratégico 2017 – 2026, prevê que a última etapa de vacinação contra febre aftosa no Estado do Ceará poderá ocorrer em maio de 2021, quando o estado deve se tornar livre de febre aftosa sem vacinação.

O estado livre de febre aftosa sem vacinação é reconhecido nacionalmente pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) e internacionalmente, pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE).

A campanha contra a febre aftosa chega à reta final com 72,63% do rebanho do Ceará já vacinado e 64,04% das propriedade com as declarações em mãos. O objetivo é alcançar o mínimo de 90% do rebanho vacinado, conforme a meta estabelecida pelo Ministério da Agricultura e Abastecimento (Mapa).

O último balanço da Agência de Defesa Agropecuária dá conta ainda que as regiões do Vale do Jaguaribe (79,11%) e dos Sertões dos Inhamuns (78,69%) lideram a estatística e concentram mais de 26% do rebanho cearense. As regiões do Centro Sul e Sertão Central atingiram 71,87% e 70,87% de vacinação.

Quixeramobim, Morada Nova, Jaguaribe, Boa Viagem e Iguatu encabeçam o ranking em número de cabeças de gado por município. Em relação a estes, a campanha se encontra mais avançada em Morada Nova e Boa Viagem, com 84,33% (rebanho de 84.951) e 76,70% (61.870), respectivamente, e menos avançada em Iguatu e Jaguaribe, com 54,65% (61.513) e 66,88% (64.800). Até o último final de semana, 78,5% do rebanho de Quixeramobim (102.853) já havia sido vacinado.

Na região do Cariri, 281.139 dos 400.683 bovinos e bubalinos (69,92%) já receberam a primeira dose da vacina. Os destaques vão para os municípios de Antonina do Norte (98,62%), Aurora (90,62%), Araripe (89,81%), Campos Sales (86,81%) e Potengi (86,97%). Já na região Norte, 71,75% do rebanho de 321.152 animais foram vacinados. Morrinhos (96,22%), Umirim (95,42%), Groaíras (94,68%) Graça (91,75%), Apuiarés (90,21%) encabeçam a lista regional.


Cnews

Postar um comentário

0 Comentários