Governo Federal estuda possibilidade de estender auxílio emergencial




BRASÍLIA — Integrantes do governo já cogitam a necessidade de ampliar o pagamento do auxílio emergencial, diante das incertezas em relação à duração da pandemia. Mas, segundo auxiliares do ministro da Economia, Paulo Guedes, o valor das parcelas adicionais teria que ser diferente.

O auxílio é pago a trabalhadores informais, autônomos, desempregados sem seguro-desemprego e microempreendedores individuais (MEIs) que perderam renda com a pandemia, além de beneficiários do Bolsa Família.

Qualquer mudança, porém, dependerá de aprovação do Congresso Nacional.


Extra

Postar um comentário

0 Comentários