Não votará o eleitor que teve Covid 14 dias antes da eleição





Eleitores e mesários que tiverem Covid-19 nos 14 dias anteriores à eleição não devem comparecer às seções eleitorais. Quem teve diagnóstico positivo da doença a partir do dia 1º de novembro ou tiver febre no dia da votação não deve ir votar ou trabalhar como mesário.

Essa é uma das orientações que consta no plano de segurança sanitária do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), incorporado às normas eleitorais.

O eleitor que tiver diagnóstico positivo de Covid pode justificar a ausência às urnas. O prazo para justificativa é de 60 dias a contar da data da eleição, o que significa que até o dia 14 de janeiro de 2021 é possível fazer a justificativa eleitoral do 1º turno das eleições 2020.

O eleitor faltante por qualquer motivo pode justificar a ausência também nos cartórios eleitorais, no sistema Justifica e pelo e-título. 

Já o mesário que não puder comparecer à seção eleitoral deverá comunicar o fato à sua zona eleitoral o quanto antes, para que seja possível providenciar a sua substituição.

Camocim Online

Postar um comentário

0 Comentários