Maracanaú fecha acordo para aquisição prioritária da Coronavac





Cidade da Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), Maracanaú assinou um protocolo junto ao Instituto Butantan garantindo prioridade na aquisição da Coronavac, vacina contra o Coronavírus (Covid-19). Segundo com a assessoria da prefeitura do município, o acordo foi fechado ainda em 21 de dezembro.

A negociação, feita pelo prefeito Roberto Pessoa (PSDB) e o ex-prefeito e atual secretário de Relações Institucionais, Firmo Camurça (PSDB), é semelhante a feita pelo feita pelo Governo do Estado. De acordo com o gestor do município, os primeiros lotes serão para vacinar os profissionais de saúde e, em seguida, os grupos prioritários. A Prefeitura de Maracanaú não informou a quantidade de doses negociadas.

A Coronavac é produzida no Brasil pelo Instituto Butantan em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac, que desenvolveu o imunizante. Na quinta-feira, 7, o Governo de São Paulo convocou uma coletiva de imprensa para anunciar que a Coronavac tem 78% de eficácia contra casos leves de Covid-19. Já para casos graves, a eficácia atingida foi de 100%. Já nesta sexta-feira, 8, o Butantan enviou à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) o pedido de autorização temporária de uso emergencial, em caráter experimental da vacina Coronavac.


Focus Jor

Postar um comentário

0 Comentários