Papa Francisco amplia participação de mulheres na liturgia católica



 


O papa Francisco estabeleceu, em carta enviada nesse domingo (10/1) ao prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé, cardeal Luis Ladaria, o acesso de mulheres aos ministérios do leitorado e acolitado. Hoje, esse serviço já é exercido em vários países — como no Brasil — pelas mulheres. Agora, no entanto, o sumo pontífice formaliza a autorização ao introduzir a mudança no Código de Direito Canônico.

Na prática, mulheres de todo o mundo poderão servir ao altar como coroinhas ou ministras da Eucaristia, bem como leitoras da Palavra de Deus. Até então, isso ocorria sem um mandato institucional.

A mudança foi estabelecida com um motu próprio, documento usado pelo papa para manifestar ensino sobre determinado assunto. “A decisão de conferir estes cargos também às mulheres, que implicam estabilidade, reconhecimento público e mandato do bispo, torna mais eficaz a participação de todos na obra de evangelização na igreja”, escreveu.

FONTE: Metrópoles

Postar um comentário

0 Comentários