Ceará confirma primeiros casos da nova variante do coronavírus



Dois casos confirmados são relacionados a viajantes. O terceiro é de uma pessoa residente no Ceará, provavelmente indicando transmissão comunitária no Estado

A Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) informou, na tarde desta segunda-feira (8), que o Estado registrou os três primeiros casos confirmados da nova variante do coronavírus oriunda de Manaus, no Amazonas. Outras 90 notificações de casos suspeitos estão sendo analisadas. 

De acordo com a pasta, em análises realizadas pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) no Ceará e no Amazonas foram detectadas no Estado, por meio de sequenciamento total, três amostras com genoma específico da linhagem do novo vírus.

A Sesa informou que dois casos confirmados são relacionados a viajantes. O terceiro se refere a contactante (pessoa residente no Ceará), provavelmente já caracterizando transmissão comunitária no Estado. 

Perfil

Segundo a instituição, os três pacientes com confirmação do novo vírus são homens, com mais de 60 anos, internados em hospitais particulares de Fortaleza. Além deles, Sesa e Fiocruz ainda analisam outras 90 notificações de casos suspeitos.

Também conforme a Sesa, não há cronologia nas amostras confirmadas - ou seja, os três pacientes não necessariamente são os primeiros a se infectar com a nova variante do vírus. Entre os suspeitos, 68,8% são viajantes e 31,2%, contactantes.

A pasta explicou que, como parte dos esforços do Estado, um fluxo de rastreio, triagem, diagnóstico e encaminhamento de amostras representativas com suspeita de conter a nova variante do vírus foi formalmente constituído em parcerias estabelecidas entre órgãos da Sesa, como o Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (Hemoce), e a Rede Genômica Fiocruz, representada pela Fiocruz-CE e Fiocruz-AM, o que tem permitido a caracterização genômica de novas variantes.


Diário do Nordeste 


Postar um comentário

0 Comentários