Coco Bambu demite 147 colaboradores e ameaça encerrar atividades no Ceará



 

Atualmente a rede de restaurantes conta com oito espaços em Fortaleza e 459 colaboradores


Uma das redes de restaurantes mais tradicionais de Fortaleza, O Coco Bambu ameaça encerrar as atividades no Ceará. A direção critica o decreto do Governo do Estado que limitou o horário de funcionamento dos estabelecimentos.

“Recentemente, logo após a promulgação do decreto, não nos restou outra alternativa senão ter que reduzir nosso quadro local de 606 funcionários, com a demissão de 147 colaboradores que fazem parte da nossa grande família, alguns com anos e anos de casa, que, infelizmente, terão de ficar sem emprego e sem sustento e renda para si e seus familiares”, disse o restaurante em nota, informando que a medida foi necessária para manter os outros 459 empregos diretos restantes.

“Este número de empregados brevemente poderá ser reduzido. Isto porque o atual decreto limita, em muito, nossa capacidade de funcionamento. Estamos, de fato, considerando a opção de encerrar de forma definitiva as operações do Coco Bambu no Ceará caso essa situação se prolongue por mais tempo do que possamos sustentar”, alertou a empresa que tem oito restaurantes em Fortaleza.

Pelo decreto do Governo do Estado, os restaurantes mantém horário de funcionamento de segunda à sexta, até às 20h. Após esse horário, os estabelecimentos podem optar pelo delivery. Nos fins de semana, o horário foi reduzido, com funcionamento até 15h – mas com opção de delivery.


Focus Jor

Postar um comentário

0 Comentários