“Novo auxílio” do Governo prevê pagamento de R$ 200 em três parcelas





A ideia é criar o chamado Bônus de Inclusão Produtiva (BIP). Antes de recebê-lo, a pessoa terá de realizar um curso de qualificação profissional



O Governo Federal está preparando uma proposta para liberar mais três parcelas do auxílio emergencial. O valor seria de R$ 200. O recurso será distribuído a trabalhadores informais que não são atendidos pelo Bolsa Família.

Em vez de auxílio, a ideia é criar o chamado Bônus de Inclusão Produtiva (BIP). Antes de recebê-lo, a pessoa terá de realizar um curso de qualificação profissional. As informações são da Folha.

O modelo poderá reduzir os gastos do Governo com o auxílio. Em 2020, foram R$ 50 bilhões mensais para o pagamento de R$ 600. Agora, com o BIP de R$ 200, cairá para R$ 6 bilhões o total mensal.



Focus Jor

Postar um comentário

0 Comentários