Empresário é autuado por adulterar oxigênio que seria distribuído a hospitais, no Interior do CE



 

A prisão foi realizada na cidade de Pentecoste e foi resultado de uma operação em uma oficina de motos no centro do Município




Um empresário da cidade de Pentecoste (a 280 quilômetros de Fortaleza) foi autuado em flagrante pela Polícia Civil, nesta sexta-feira (12), por adulterar oxigênio medicinal que seria distribuído para hospitais da região do Vale do Curu. Ele vai responder por falsificação de produto destinado a fins medicinais, com base no artigo 273 do Código Penal

A prisão foi resultado de uma operação em conjunto com o Ministério Público do Ceará (MPCE), realizada em uma oficina de motos no centro do Município, suspeita de fornecer o oxigênio alterado, além de manipular o produto em desacordo com as regras sanitárias.

De acordo com a investigação, o proprietário da oficina - que não tem habilitação técnica para realizar o serviço - reenvasava parte do oxigênio hospitalar para um recipiente menor e comercializava o cilindro grande, com menos quantidade do que deveria ser vendido. 

No local, a Polícia contou 22 cilindros vazios que armazenavam 204 metros cúbicos de oxigênio, além de outros nove cilindros cheios.


Diario do Nordeste

Postar um comentário

0 Comentários