Beneficiário do Bolsa Família pode contestar auxílio emergencial negado até o final desta semana





Os beneficiários do Bolsa Família que tiveram o auxílio emergencial negado podem contestar a decisão até o dia 1º de maio. Isso porque, esse grupo teve o benefício aprovado no dia 14 deste mês. O auxílio emergencial está sendo pago desde o dia 6 de abril para aqueles que não fazem parte do Bolsa Família. Esse grupo pode consultar a lista dos aprovados desde o dia 2 de abril. Com isso, tiveram até o dia 12 do mesmo mês para fazer a contestação do auxílio.

É importante lembrar que a Dataprev só deve analisar os casos que estejam dentro das regras do benefício. Inclusive, o público do Bolsa Família não deve acumular os dois pagamentos, pois será repassado apenas a maior quantia referente a um dos benefícios. Quem teve o auxílio negado seguirá recebendo o valor habitual do programa. Outro detalhe exclusivo desse grupo é que o depósito na conta digital da Caixa e a autorização para o saque em dinheiro caem sempre no mesmo dia. 

No dia 12 de abril, o Ministério da Cidadania, Caixa Econômica e Dataprev divulgaram mais uma lista de aprovados, após a contestação do auxílio emergencial. Com isso, esses tiveram até a última quinta-feira (22) para contestar. Vale lembrar que o novo auxílio emergencial chegou com diversas diferenças. Isso porque, houve uma redução de mais de 20 milhões de beneficiários. Com isso, o governo elaborou novos critérios para a seleção:

  • Ser trabalhador informal; ou
  • Beneficiário do Bolsa Família;
  • Ter renda familiar mensal de até três salários mínimos (R$ 3.300);
  • Ter renda familiar per capita mensal de até meio salário mínimo (R$ 550);
  • Ter recebido o auxílio emergencial no ano passado.

Ceará Agora

Postar um comentário

0 Comentários