Hard Rock Hotel vai gerar mais de 2 mil empregos, diz prefeito de Jijoca de Jericoacoara




 Lindbergh Martins, prefeito do município, afirma que já vinha em negociação sobre o projeto há cerca de três anos

O Hard Rock Hotel na Lagoa do Paraíso deve gerar mais de 2 mil empregos em Jijoca de Jericoacoara. A informação é do prefeito do município, Lindbergh Martins, que já vinha em negociações com as responsáveis pelo projeto.

“A gente já vinha conversando há três anos, conversando com a VCI e com a Hard Rock, principalmente preocupados com as questões ambientais e sustentáveis. Estamos felizes porque o empreendimento, que será na Lagoa do Paraíso, cartão postal de Jijoca de Jericoacoara, pretende gerar mais de mil empregos diretos e outros mil indiretos", diz ao O POVO.

Em relação às questões ambientais, ele afirma que terá reuniões com todos os órgãos ambientais e de turismo do Estado e município, para que todas as questões sejam consideradas seguras para a definitiva instalação do empreendimento.

Hard Rock Hotel Jericoacoara

O anúncio do novo empreendimentos da Hard Rock em Jericoacoara foi realizado na última quinta-feira, 22. Ao O POVO, Samuel Sicchierolli, fundador e presidente da VCI S.A. (Venture Capital Investimentos), fundo responsável por controlar os investimentos da rede no País, detalhou que o local escolhido para a construção é a Lagoa do Paraíso, em Jijoca de Jericoacoara.

Serão 250 quartos e vendas a partir do regime de multipropriedade, como vêm sendo negociados outros hotéis da marca no Brasil. O novo empreendimento terá área de 70 mil metros quadrados (m²), com investimento de R$ 250 milhões a R$ 300 milhões.

"Ainda temos que fazer toda uma parte de design, para depois fazer registro de incorporação e depois abrir vendas, dentro de um ano e meio ou dois anos", calcula Samuel. Ainda segundo o executivo, já houve uma conversa com a Prefeitura do município de Jijoca de Jericoacoara e com órgãos ambientais para a construção do empreendimento. O próximo passo é trabalhar o projeto do hotel.  

A novidade faz parte do desenvolvimento global de hotéis Hard Rock, que, além dos seis já divulgados, o que inclui São Paulo, Fortaleza (na praia da Lagoinha, em Paraipaba), Ilha de Sol (PR), Foz do Iguaçu, Natal, Recife, também investe em dois novos, entrando na lista Jericoacoara e Campos do Jordão (SP).

As oito propriedades estão estimadas para serem concluídas nos próximos oito anos. Três projetos já estão em construção: São Paulo, Fortaleza (na praia da Lagoinha, em Paraipaba) e a primeira fase da Ilha de Sol prevista para 2022. Recife e Natal devem ser entregues em 2024, Foz de Iguaçu antecipado para 2025, Campos do Jordão em 2027 e Jericoacoara em 2028.

Em parceria com a incorporadora imobiliária brasileira VCI S.A, serão desenvolvidos os oito hotéis com aproximadamente 4 mil quartos. A administração será da marca Hard Rock Hotel. “Estamos extremamente entusiasmados por trabalhar em colaboração com o Hard Rock e ver a marca ganhar vida em um novo país”, declarou Samuel. “Os próximos oito anos significarão uma nova era para o Hard Rock e estamos honrados em poder ajudar no processo de desenvolvimento ”, acrescenta.

O Povo


Postar um comentário

0 Comentários