Ricardo Salles pede demissão do Ministério do Meio Ambiente



 


O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, pediu demissão na tarde desta quarta-feira, 23, ao presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido).

Para o lugar de Salles, assumirá o atual Secretário da Amazônia e Serviços Ambientais da pasta, Joaquim Álvaro Pereira Leite. O ato de exoneração foi publicado em edição extra do Diário Oficial da União (DOU).

Há duas investigações contra Salles no Supremo Tribunal Federal (STF). Na Operação Akuanduba, onde é o principal investigado, ele teve seus sigilos bancários e fiscal quebrados e foi alvo de mandados de busca e apreensão.

A operação é conduzida pela Polícia Federal e apura crimes contra a administração pública — corrupção, advocacia administrativa, prevaricação e, especialmente, facilitação de contrabando — praticados por agentes públicos e empresários do ramo madeireiro. Esse processo é relatado pelo ministro Alexandre de Moraes.

No início de junho, a ministra Cármen Lúcia autorizou a abertura de um inquérito para apurar se o ministro obstruiu as investigações de um esquema de desmatamento ilegal na região, a Operação Handroanthus, considerada a maior já realizada.


Focus Jor

Postar um comentário

0 Comentários