Vale-gás vai ser distribuído três vezes ao ano para famílias vulneráveis do CE, diz governador





A distribuição do vale-gás de cozinha para famílias em vulnerabilidade socioeconômica vai se tornar política pública permanente, conforme anunciado pelo governador Camilo Santana (PT) nesta terça-feira (24). A medida surgiu ainda em 2020, por conta da pandemia de Covid-19, mas os repasses devem continuar. A proposta, agora, vai ser encaminhada à Assembleia Legislativa estadual.

Caso o projeto seja aprovado, os beneficiados devem receber o repasse três vezes ao ano. “Assinei há pouco, durante a nossa live semanal, a lei que torna o vale-gás social como política pública permanente. Serão três repasses por ano em apoio às famílias mais vulneráveis do Ceará. A mensagem está sendo encaminhada ainda hoje para a Assembleia Legislativa”, publicou Camilo.

A medida é uma parceria com a Nacional Gás, que vende os botijões a preço de custo para o estado. Aos beneficiários, não há custos nesse serviço. Para receber a recarga, é preciso estar com o botijão vazio, e o vale gás preenchido.

O programa atende a jovens participantes do Programa Superação, pessoas inscritas no Cartão Mais Infância Ceará, inseridas no Cadastro Único (CadÚnico) e atendidas pelo Bolsa Família, com renda igual ou inferior a R$ 89,34.


G1

Postar um comentário

0 Comentários