Professora e filha enfermeira morrem em ataque a faca de ex-genro em Acaraú



 


O homem foi preso neste domingo; prefeitura da cidade emitiu notas de pesar pela morte das duas servidoras.




Uma professora de 47 anos e a filha, uma enfermeira de 24 anos, foram assassinadas na madrugada deste domingo (28), em Acaraú, no litoral do Ceará. O ex-companheiro da jovem foi preso pela Polícia Militar suspeito do crime, ele foi identificado como Valdian de Sousa Melgaço, de 28 anos, de idade.

A apuração da polícia indica que o homem foi à casa da ex-companheira, Kelry Veríssimo, com a intenção de matá-la com uma faca. A mãe dela, Maria de Jesus Veríssimo, e o pai tentaram socorrer a filha, mas foram atacados pelo homem.

De acordo com a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), algumas pessoas ajudaram a socorrer a família a uma unidade de saúde na cidade. A filha ficou em estado grave, e sua morte foi confirmada no fim da tarde. O pai dela, José Nilson, ainda esta internado, sob observação.

O suspeito foi conduzido à Delegacia Municipal de Bela Cruz e autuado por lesão corporal e feminicídio consumado. Ele já tinha antecedentes criminais por lesão corporal dolosa.

As duas trabalhavam na rede municipal de Acaraú. A prefeitura emitiu nota de pesar pelas mortes.

Na ultima sexta-feira, 26, uma equipe da Policia Militar, compareceu na casa do suspeito, onde foi entregue uma intimação, acerca de uma medida protetiva, que a ex-mulher havia solicitado a justiça, contra ele.

Na decisão, ele era impedido de se aproximar da ex-mulher, ou de seus familiares. Ele tinha que manter uma distancia mínima de 100 metros dela, segundo a decisão. Infelizmente, isso nao foi suficiente para garantir segurança e integridade, a vida de Kelry e sua mãe.

Portal Vale do Acarau com informações G1

Postar um comentário

0 Comentários