Na hora da morte, cérebro tem "flashback" e relembra momentos da vida, aponta estudo




 Já pensou reviver pela última vez algumas vivências? De forma inédita, pesquisadores conseguiram analisar o cérebro de uma pessoa no exato momento em que ela morreu. O paciente, de 87 anos, tinha epilepsia, e estava no meio de uma eletroencefalografia quando teve um ataque cardíaco fulminante e faleceu.

 Durante o ocorrido, cientistas de universidades da China, Estados Unidos e Canadá observaram oscilações muito específicas no cérebro que estão ligadas à memória, meditação e sonhos.

Após o caso inédito, um estudo foi publicado na revista científica Frontiers in Aging Neuroscience, nesta quarta-feira (22). Conforme apontam os cientistas, o exame realizado no paciente registrou 15 minutos em imagens e ondas eletromagnéticas. Especificamente nos 30 segundos antes e depois do último batimento cardíaco do paciente, a equipe notou que foi detectado um aumento em tais ondas, conhecidas como “oscilações gama”.

Para os pesquisadores, a descoberta sugere que, momentos antes da morte, nos deparamos com “flashes” das nossas melhores lembranças. Isso porque a parte do cérebro ativada no paciente mostrou que este momento o deixou em um estado meditativo e pacífico, segundos antes de morrer.

Apesar do estudo, os pesquisadores ressaltam que a pesquisa levou em consideração dados de apenas um paciente, e que a epilepsia já havia danificado o cérebro do idoso. Portanto, mais pesquisas são necessárias para verificar se o cenário acontece em todas as pessoas.

RCMais

Postar um comentário

0 Comentários