Enem: prazo de isenção vai até sexta (15)



 


Os interessados em solicitar a isenção da taxa de inscrição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2022 têm até as 23h59 desta sexta-feira (15) para preencher a solicitação, através do site oficial do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Em 2021, os candidatos não isentos tiveram que desembolsar cerca de R$ 85 para participar da prova.  

Os resultados estão previstos para serem divulgados no próximo dia 22 de abril, na Página do Participante. Os candidatos que tiverem o pedido negado podem recorrer da decisão entre 25 e 29 de abril. O parecer sobre os recursos deve ser publicado em 6 de maio. 

A solicitação da isenção não garante a participação na prova, apenas a inscrição no Enem 2022. Ou seja, os interessados em participar da avaliação devem ficar atentos aos cronograma do exame, que deve ser divulgado pelo Inep.

Como solicitar a isenção do Enem?

1. Acesse a página do participante e clique em justificativa de ausência/isenção

2. Selecione a figura indicada no texto

3. Insira seu CPF e a data de nascimento

4. Insira seu CPF e a data de nascimento

5. Confira as informações pessoais

6. Insira seu CEP e endereço

7. Selecione a opção que melhor represente sua situação de ensino atual

8. Selecione o tipo de escola que frequentou

9. Caso já tenha concluído o ensino médio, indique se frequentou o Encceja ou não

10. Indique o tipo de ensino e o ano de conclusão

11. Confira o NIS, as informações pessoais e edite qualquer campo se necessário

12. Responda o questionário socioeconômico

13. Insira números de telefone e celular com DDD e e-mail

14. Escolha uma foto para sua página do Enem

15. Revise os dados uma última vez e clique em 'Enviar solicitação'.

Quem tem direito a isenção do Enem?

estudante que estão cursando a última série do ensino médio neste ano e em escolas públicas;

participantes que cursaram todo o ensino médio em escola pública ou serem bolsistas integrais em escolas particulares;

interessados com renda igual ou inferior a um salário mínimo e meio, ou seja, R$ 1.818 por pessoa; 

participantes em situação de vulnerabilidade socioeconômica, por serem membros de família de baixa renda, e que estejam inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico). Nesse caso, os interessados deverão informar o  Número de Identificação Social (NIS) único e válido.


Diário do Nordeste

Postar um comentário

0 Comentários