Fortaleza encara Colo-Colo em busca de vaga nas oitavas de final da Libertadores



 


O Fortaleza decidirá se avança para as oitavas de final da Libertadores da América na noite desta quarta-feira, 25, no estádio Monumental do Chile, contra o Colo-Colo. O confronto direto está marcado para iniciar às 19 horas.

Para conseguir classificação, o Tricolor precisa apenas de um empate contra o Cacique. Caso seja derrota e encerre participação no principal torneio da América do Sul, no entanto, o Leão cairá na fase oitavas de final da Copa Sul-Americana, porque ficará, no mínimo, na terceira colocação do Grupo F.

Acontece que para quem começou a competição com duas derrotas e conseguiu virar o jogo, com direito a ser o único time da chave a roubar pontos do poderoso River Plate; chegar na última rodada da fase de grupos com chance de classificação e tendo vantagem sobre o adversário só faz aumentar a sede por classificação na Libertadores.

E é bom os jogadores do Colo-Colo não se basearem apenas no primeiro encontro entre ambos, segundo o ala-direita Yago Pikachu, do Tricolor. “Tivemos aquele primeiro confronto lá em Fortaleza, acredito que ali, como era estreia de competição, a gente acabou sendo um pouco surpreendido diante de um adversário acostumado a jogar esse tipo de competição e com o decorrer do certame a gente se encontrou. Dos últimos nove pontos disputados, a gente conseguiu sete", destacou.

Além de ter crescido dentro da Libertadores e da vantagem de jogar pelo empate, que Pikachu garante que o clube só vai utilizar se na reta final do jogo for algo conveniente, o Leão ainda não vai encontrar um clima adverso no estádio, já que os portões vão estar fechado devido uma punição da Conmebol ao Colo-Colo, por episódios de violência no jogo dos chilenos contra o River Plate em Santiago.

Não há dúvidas que Juan Pablo Vojvoda vai escalar o Tricolor com o que tiver de melhor disponível. O problema é que ele pode ter até três titulares fora. Um, já confirmado, é o zagueiro Benevenuto, que cumpre suspensão automática pelo terceiro amarelo. Os outros dois são Tinga e Titi.

O primeiro estava no departamento médico, com entorse no pé esquerdo, mas seguiu com a delegação para tentar ir para o jogo. Já o zagueiro canhoto teve dois dentes quebrados no jogo anterior, contra o Fluminense, fez uma restauração e levou até um dentista consigo para o Chile, como suporte. Há uma dúvida também quanto ao goleiro titular do Fortaleza, apesar da tendência ser a manutenção de Max Walef na meta tricolor.

No Colo-Colo, o técnico Gustavo Quinteros revelou ter apenas uma dúvida para a partida. Trata-se da condição do zagueiro Emiliano Amor, que se lesionou na semana passada, não atuou no fim de semana pelo campeonato chileno e busca ganhar condição para jogar.

"Vamos contar com o Amor e esperá-lo até amanhã (hoje). Temos jogadores preparados para substituir ele [...] Se o jogador estiver confiante e não sentir dor, é provável que ele comece o jogo. Se não tiver certeza, outro jogador jogará”, comentou Quinteros. Zaldivia deve ser o substituto.


Ficha Técnica

Colo-Colo

4-3-3

Cortés; Opaza, Falcón, Zaldivia (Amor), Suazo; Pavez, Fuentes, Leonardo Gil; Solari, Costa, Martín Lucero. Téc: Gustavo Quinteros


Fortaleza

3-5-2

Max Walef; Tinga (Habraão), Ceballos, Titi (Jussa); Pikachu, Felipe, Hércules, Lucas Lima, L. Crispim; Moisés, Romero. Téc: Vojvoda

Local: estádio Monumental, em Santiago-CHI

Data: 25/5/2022

Horário: 19 horas

Árbitro: Esteban Ostojich-URU

Assistentes: Carlos Barreiro-URU e Pablo Llarena-URU


O Povo

Postar um comentário

0 Comentários