Partido Solidariedade deixa o Capitão e adere ao palanque Camilo/Elmano





A ruptura da aliança do PDT com o PT causou um terremoto na política do Ceará cujos efeitos mexem nas estruturas de outras alianças. O Solidariedade informou nesta segunda-feira, 1º, que vai apoiar o candidato ao Governo do Ceará, Elmano de Freitas (PT), nas eleições de 2022.

No dia 17 de julho, a legenda havia anunciado o apoio ao à pré-candidatura de Capitão Wagner (União Brasil) para a disputa pelo Palácio da Abolição.

“Surge uma composição alinhada com os princípios que norteiam nosso partido: o combate às desigualdades, à pobreza e à miséria e de luta por políticas públicas que promovam a dignidade humana”, diz a nota divulgada ainda hoje.

No Brasil, o Solidariedade, que é comandado pelo deputado federal Paulinho da Força (SP) já é parte da aliança que apóia Lula. No Ceará, a sigla tem Aderlânia Noronha como deputada estadual.

Focus Jor

Postar um comentário

0 Comentários