Varíola dos Macacos: Jijoca e outros quatro municípios tem casos confirmados





O Ceará tem 29 casos confirmados e mais de 350 notificações. Os dados estão sendo apresentados na manhã desta sexta-feira, 19, pela Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa). Os municípios que já têm confirmação da doença são: Fortaleza (25), Caucaia (1), Jijoca de Jericoacoara (1), Russas (1) e Sobral (1). No Brasil, são 3.400 casos confirmados.

Os dados mostram ainda que 155 casos já foram descartados e 174 seguem em investigação.

Os casos que foram notificados em Jati, de uma família inteira - incluindo crianças, foram descartados.

De acordo com secretária executiva de Vigilância em Saúde, Sarah Mendes, a faixa etária mais atingida é composta por adultos jovens, entre 30 e 39 anos. As faixas etárias que registra confirmações e notificações é entre 18 e 43 anos. A secretária ressalta que a Sesa elabora um canal de comunicação entre a população e profissionais de saúde para obtenção de informações sobre a doença.

As ações de monitoramento e controle executadas pelas Vigilâncias Sanitárias do Estado e dos municípios contemplam 10 iniciativas:

-A partir de hoje, 19, está disponível o painel de cenário da doença, no IntegraSUS

-Plano de Contingência será publicado hoje, determinando o que cada área, não só da Saúde, precisam fazer diante de um caso suspeito

-Comitê de Operações Especiais (COE), formado por diversos setores que deverão se reunir semanalmente para definir ações e estratégias de prevenção e controle. Deve ser operacionalizado na próxima semana

-Telessaúde: canal pelo qual, qualquer profissional de saúde em uma unidade, pode tirar dúvidas com médico especialista sobre a identificação de casos suspeitos

-Plantão Cievs (Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde):

-Boletim semanal

-Webinares sobre coleta de amostra e vigilância dos casos, realizados quinzenalmente

-Resultados dos exames no Saúde Digital

-Articulação com a Organização Pan-Americana da Saúde para rastreamento de contatos

-Realização de cursos pela Escola de Saúde Pública do Ceará



Com informações da repórter Ana Rute Ramires / O Povo

Postar um comentário

0 Comentários