Ceará: PF cumpre mandados em órgão do Governo, após denuncias do PDT



 A diligência teria relação com denúncia de uso de convênios em benefício da candidatura de Elmano Freitas (PT) na disputa pelo Palácio da Abolição



A Polícia Federal cumpriu nesta terça-feira, 13, mandado de busca e apreensão no prédio da Superintendência de Obras Públicas (SOP) do Governo do Ceará. A diligência teria relação com denúncia de uso de convênios em benefício da candidatura de Elmano Freitas (PT) na disputa pelo Palácio da Abolição.

Segundo informações preliminares, teriam sido apreendidos documentos relacionados à execução de convênios pela pasta. De acordo com denúncia apresentada pela coligação de Roberto Cláudio (PDT) à Justiça Eleitoral, convênios e contratos do Estado estariam sendo usados pela gestão Izolda Cela (sem partido) para “pressionar” prefeitos em troca de apoio a Elmano na disputa.


Em nota, o Governo do Estado rejeitou as acusações e destacou que os documentos apreendidos já haviam sido enviados à Justiça. “"O Governo do Estado do Ceará informa que todos os seus convênios e contratos são realizados dentro da mais absoluta legalidade, de forma que não se absteve em prontamente prestar esclarecimentos e acessoa aos documentos solicitados à SOP por meio de ação judicial”, destaca

“Os mesmos documentos já haviam sido solicitados e enviados à Justiça pela SOP no prazo estipulado, causando estranheza nova solicitação, e mediante presença policial. O Governo do Estado rechaça as acusações infundadas de campanhas eleitorais e segue cumprindo todas as suas competências para promover o desenvolvimento dos 184 municípios cearenses”, continua o documento.

Após a deflagração da operação, a governadora Izolda Cela cancelou agenda para a tarde desta terça-feira, 13, que incluiria a entrega de implantação de módulos fotovoltaicos para a geração de energia solar em escolas da rede pública estadual do Estado.


O Povo

Postar um comentário

0 Comentários