MEC suspende análises para cursos de Direito e Enfermagem a distância




 

O Ministério da Educação (MEC) suspendeu nesta quinta-feira (15/9) os processos de autorização e renovação de cursos a distância de direito, odontologia, psicologia e enfermagem. A pasta também criou um grupo de trabalho para melhorar a regulamentação do ensino a distância de graduação no país.

A medida atendeu a um pedido feito ao MEC e à Advocacia-Geral da União no fim de agosto pelo presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Beto Simonetti. O grupo de trabalho aberto pela pasta contará com integrantes indicados também pela OAB e pelos conselhos nacionais de Saúde, Odontologia, Psicologia e Enfermagem.

A OAB é contra a liberação de cursos de direito totalmente a distância. Segundo a entidade, essa flexibilização levaria à precarização do ensino jurídico no país.

Metropoles

Postar um comentário

0 Comentários