Alckmin anuncia novos nomes para a transição, entre eles Raí, Boulos e Márcio França



 Vice-presidente eleito divulgou integrantes de novas áreas nesta segunda-feira (14); equipe terá 31 grupos técnicos



O vice-presidente eleito, Geraldo Alckmin (PSB), anunciou nesta segunda-feira (14) novos nomes para a equipe de transição de governo: educação, esporte, cidades, juventude, cultura e infraestrutura. Alckmin é o coordenador-geral do grupo e fez o anúncio em São Paulo. Confira os nomes:

EDUCAÇÃO
Andressa Pellanda – coordenadora-geral da Campanha Nacional pelo Direito à Educação
Binho Marques – ex-governador do Acre
Alexandre Schneider – ex-secretário de Educação de São Paulo
Heleno Araújo – presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE)
Henrique Paim – ex-ministro da Educação
Macaé Evaristo – deputada estadual (PT-MG)
Maria Alice Setúbal – presidente do Conselho da Fundação Tide Setúbal
Paulo Gabriel Nacif – presidente do Conselho Estadual de Educação da Bahia
Priscila Cruz – presidente-executiva do Todos Pela Educação
Ricardo Marcelo Fonseca – presidente da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes)
Rosana Neide – deputada federal pelo (PT-MT)
Tereza Leitão – senadora eleita (PT-PE)
Veveu Arruda – ex-prefeito de Sobral (CE


ESPORTE

Ana Moser – ex-jogadora de vôlei
Raí – ex-jogador de futebol
Edinho Silva – prefeito de Araraquara (SP)
Mizael Conrado – presidente do Comitê Paralímpico Brasileiro
Nádia Campeão – vice-prefeita de São Paulo

INFRAESTRUTURA
Alexandre Silveira – senador pelo (PSD-MG)
Gabriel Galípolo – ex-presidente do Banco Fator
Miriam Belchior – ex-ministra do Planejamento
Paulo Pimenta – deputado federal pelo (PT-RS)
Vinícius Marques – ex-presidente do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade)

JUVENTUDE
Bruna Chaves – presidente da União Nacional dos Estudantes (UNE)
Gabriel Medeiros – subsecretário de Juventude do Rio Grande do Norte
Jiberlandio Santana – presidente da União da Juventude Socialista do Espírito Santo
Kelly Araújo – secretária de Juventude do PT.

CIDADES
Guilherme Boulos – deputado federal eleito por São Paulo
Inês Magalhães – ex-ministra das Cidades
Márcio França – ex-governador de São Paulo
Rodrigo Neves – ex-prefeito de Niterói (RJ)
João Campos – prefeito de Recife (PE)
Geraldo Magela – ex-secretário de Habitação do Distrito Federal

CULTURA
Antônio Marinho – músico e poeta de Pernambuco
Áurea Carolina – deputada federal (PSOL-MG)
Juca Ferreira – ex-ministro da Cultura
Lucélia Santos – atriz
Margareth Menezes – cantora

DIREITOS HUMANOS / SUBGRUPO DE INFÂNCIA
Ariel Castro Alves – membro do Instituto Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente
Maria Luiza Oliveira – psicóloga, ex-presidente do Conanda (Goiás)
Welington Pereira – teólogo, pastor metodista, ex-conselheiro do Conanda (Brasília)
Isabela Henriques – advogada, presidenta da Comissão da Criança e do Adolescente da OAB-SP

Alckmin explicou que os grupos técnicos têm liberdade de ação e podem convidar outras pessoas para as reuniões. “Esses grupos não estão limitados, o trabalho deles é fazer essa preparação da transição para o novo governo”, esclareceu. A previsão é de que todos os grupos técnicos sejam anunciados na quarta-feira (16). no Centro Cultural do Banco do Brasil (CCBB), sede do governo de transição em Brasília.

O vice-presidente eleito também solicitou relatórios sobre o desmatamento na Amazônia e no Cerrado ao governo federal. Segundo Alckmin, as informações são necessárias para a tomada de decisão sobre a área ambiental no novo governo.

Equipe de transição

Na semana passada, o vice-presidente eleito anunciou integrantes de oito grupos: economia, desenvolvimento social e combate à fome, planejamento, comunicação, direitos humanos, indústria, igualdade racial e mulheres.

Além disso, também foram divulgados os nomes que participam do conselho político do governo de transição, constituído por representantes dos dez partidos da coligação feita por Lula para concorrer no pleito deste ano (PT, PCdoB, PV, PSB, PSOL, Rede, Solidariedade, Avante, Agir e PROS), além de PDT e PSD, que entraram em acordo com a equipe de Lula após a vitória dele no primeiro turno.

Os membros da equipe de transição devem ter acesso às diversas informações relacionadas às contas públicas, aos programas e projetos, entre outros tópicos. O grupo será formado por até 50 pessoas, que assumem os cargos especiais de transição governamental (CETG).

A princípio, as pessoas que forem escolhidas para o governo de transição não devem ser nomeadas para ministérios quando Lula assumir. “O presidente Lula deixou claro que os que vão participar da transição não têm relação direta com ministério, com o governo. Podem participar, não participar. São questões distintas”, disse Alckmin.

Confira a lista completa dos nomes anunciados por Alckmin:

COMUNICAÇÃO
Paulo Bernardo
Jorge Bittar
Cezar Alvarez
Alessandra Ourofino

DIREITOS HUMANOS
Maria do Rosário
Sívio Almeida
Luiz Albert Mequetti
Janaína Barbosa
Rubens Linhares
Emídio de Souza
Maria Vitória Benevides

IGUALDADE RACIAL
Nilma Lino Gomes
Givânia Maria Silva
Douglas Belchior
Tiago Tobias
Ieda Leal
Martius das Chagas
Preta Ferreira

PLANEJAMENTO
Guido Mantega
Ênio Verri
Esther Duek
Antônio Correia Lacerda

INDÚSTRIA, COMÉRCIO E SERVIÇOS
Germano Rigotto
Jackson Shinaider
Rafael Luckesi
Marcelo Ramos

PEQUENAS EMPRESAS
Tatiana Conceição
Paulo Okamoto
Paulo Feldmann
André Ceciliano

MULHERES
Aniele Franco
Roseli Faria
Roberta Eugênio
Maria Helena Guarezi
Eleonora Menicuti
Aparecida Gonçalves

DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME
André Quintão Silva
Isabela Giordano Gil Moreira
Simone Tebet
Reinaldo Takarab
Renato Sérgio Jamil Maluf
Tereza Helena Gabrielli


GC Mais

Postar um comentário

0 Comentários