Lula e presidente da Rússia conversam por telefone



 Em março, presidente diplomado foi criticado por dizer que conflito entre Rússia e Ucrânia poderia ser resolvido em mesa de bar



O presidente diplomado Luiz Inácio Lula da Silva (PT) informou que conversou por telefone, nesta terça-feira (20), com Vladimir Putin, e que o chefe do Executivo russo o parabenizou pela vitória nas eleições deste ano. O petista não informou se os dois conversaram sobre a invasão russa da Ucrânia.

“Conversei hoje com o presidente russo Vladimir Putin, que me cumprimentou pela vitória eleitoral, desejou um bom governo e o fortalecimento da relação entre nossos países. O Brasil voltou, buscando o diálogo com todos e empenhado na busca de um mundo sem fome e com paz”, disse Lula em uma rede social.

Durante discurso na Uerj (Universidade Estadual do Rio de Janeiro) em março deste ano, Lula disse que o conflito entre Rússia e Ucrânia poderia ser resolvido em uma conversa de bar, tomando cerveja.

“Tem que avisar para o Putin, avisar para o presidente da Ucrânia, avisar para o Putin, parem com essa guerra. A quem interessa essa guerra? A razão para essa guerra, por tudo que eu escuto, por tudo que eu leio, seria resolvida aqui no Brasil numa mesa tomando cerveja… Se não na primeira cerveja, na segunda”, afirmou Lula na ocasião.

A declaração foi criticada por membros do governo ucraniano. A ex-embaixatriz da Ucrânia no Brasil, Fabiana Tronenko, reclamou da fala por meio de sua rede social.

“Que desrespeito do ex-presidente Lula com o povo ucraniano e com todos os esforços do Presidente Zelensky! Liberdade, democracia e vidas não se resolvem em uma mesa de bar”, escreveu Fabiana.

A invasão russa do território ucraniano começou em 24 de fevereiro e gerou a destruição de cidades inteiras. O conflito também resultou, até agora, na morte de milhares de civis nas cidades ucranianas e ocasionou o óbito de militares de ambos os lados do conflito armado.


GC Mais

Postar um comentário

0 Comentários