TSE suspende eleições suplementares no interior do Ceará




 O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) suspendeu, na última terça-feira (27/12), as eleições suplementares no município de Iguatu, a 365 km de Fortaleza. A população da cidade estava com o retorno às urnas marcado para o dia 05 de fevereiro de 2023.

As eleições suplementares foram marcadas após a cassação do prefeito Ednaldo Lavor (PSD) e do vice-prefeito Franklin Bezerra (PSD) por abuso de poder político. De acordo com o Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE), os gestores utilizaram os canais institucionais para a promoção da reeleição dos dois durante o período eleitoral.

No entanto, em decisão tomada pelo presidente do TSE, ministro Alexandre de Moraes, as eleições não devem ocorrer até o julgamento final dos recursos interpostos pelos políticos cassados. Até lá, a presidente da Câmara Municipal e esposa de Ednaldo, Eliane Braz (PSD), deve permanecer no cargo.

“No processo vai ter choro, lutas, medos, inseguranças e vontade de desistir de tudo, mas também terá a presença de Deus te sustentando todos os dias”, afirmou Ednaldo e Eliane em publicação nas redes sociais após a publicação da decisão.

Após ter todos os seus recursos negados pelo TRE, Ednaldo espera que a Justiça Superior julgue como improcedente a sua cassação e possibilite seu retorno à Prefeitura.

A Noticia do Ceará

Postar um comentário

0 Comentários