Avião ‘farejador nuclear’ da Força Aérea dos EUA voa pela costa brasileira




Aeronave da Força Aérea americana é usada para coletar partículas da atmosfera em caso de explosões ou acidentes nucleares



Nesta segunda, um avião da Força Aérea dos Estados Unidos, usado para coletar partículas da atmosfera em caso de explosões ou acidentes nucleares, sobrevoou a costa brasileira e alarmou militares.

O Radar recebeu relatos de fontes do Exército num grupo de mensagens de militares sobre a atividade da aeronave WC-135R Constant Phoenix, que sobrevoou o litoral brasileiro até o Rio de Janeiro, onde está o complexo nuclear de Angra dos Reis.

“Farejador nuclear. Rolando mensagens pelos grupos que ele entrou no ACC e não respondeu aos chamados. Os Constant Phoenix são identificados pelos USA como aeronaves de ‘pesquisa Atmosférica’. 



Usada em missões que envolvem a detecção de possíveis armas nucleares. Esse cara aí deu uma dor de cabeça pra gente. Fez abastecimento em voo e não falou com o Brasil”, diz uma das mensagens.



O voo do avião especial da Força Aérea dos EUA esteve entre os mais rastreados pelo site Flightradar24 na noite desta segunda-feira, segundo o site Aeroflap. “Operando com o código-rádio MILLR36, a aeronave decolou de San Juan, em Porto Rico, e seguiu voando pela costa sul-americana. Ao chegar na altura do estado do Rio de Janeiro, o WC-135 desceu a 6500 pés de altura. A aeronave então deu meia-volta e começou a retornar para o norte”, diz o site.


O Radar procurou fontes do governo Lula para obter informações sobre o episódio, mas ainda não obteve retorno.

Veja

Postar um comentário

0 Comentários