Camilo Santana assume o Ministério da Educação no Governo Lula




 O senador eleito Camilo Santana tomou posse, nesta segunda-feira (2), no Ministério da Educação (MEC). No domingo (1º), dia da posse de Lula (PT), o presidente oficializou o nome do ex-governador para a pasta. Uma cerimônia solene foi realizada nesta segunda-feira (02), na Esplanada dos Ministérios para formalizar a posse de Camilo. Além dele, outros oito ministros também serão empossados na solenidade.

No discurso, Camilo disse que o governo atuará para reverter os danos educacionais provocados pela pandemia – e que a alfabetização na idade certa é “prioridade absoluta” para o país.

MINISTROS DE LULA

  • Relações Institucionais: Alexandre Padilha (PT-SP) – Deputado federal;
  • Secretaria-Geral da Presidência: Márcio Macêdo (PT-SE) – Deputado federal;
  • Advocacia-Geral da União (AGU): Jorge Rodrigo Araújo Messias – Procurador e ex-assessor da ex-presidente Dilma Rousseff (PT);
  • Saúde: Nísia Trindade – presidente da Fiocruz;
  • Educação: Camilo Santana (PT-CE) – Senador eleito e ex-governador do Ceará;
  • Gestão: Esther Dweck – Economista e professora universitária;
  • Portos e Aeroportos: Márcio França (PSB – SP) – Ex-governador de São Paulo;
  • Ciência e Tecnologia: Luciana Santos (PCdoB – PE) –  Ex-vice-governadora de Pernambuco;
  • Mulher: Aparecida Gonçalves – ex-secretária nacional do enfrentamento à violência contra mulher nos governos de Lula e Dilma;
  • Desenvolvimento Social: Wellington Dias – Ex-governador do Piauí;
  • Cultura: Margareth Menezes – cantora, compositora e atriz;
  • Trabalho: Luiz Marinho (PT-SP) – Deputado feredal;
  • Igualdade Racial: Anielle Franco – ativista brasileira e diretora do Instituto Marielle Franco;
  • Direitos Humanos: Silvio Almeida – advogado e professor universitário, especialista na questão racial;
  • Indústria e Comércio: Geraldo Alckmin (PSB-SP) – vice-presidente da República;
  • Controladoria Geral da União (CGU): Vinícius Marques de Carvalho – Ex-presidente do Cade e ex- secretário de Direito Econômico do Ministério da Justiça no governo Dilma;
  • Fazenda: Fernando Haddad (PT-SP) – Ex-prefeito de São Paulo;
  • Casa Civil: Rui Costa (PT-BA) – Ex-governador da Bahia;
  • Justiça: Flávio Dino (PSB-MA) – Ex-governador do Maranhão e senador eleito neste ano;
  • Defesa: José Múcio Monteiro (PTB-PE) – Ex-deputado federal e ex-presidente do Tribunal de Contas da União (TCU);
  • Relações Exteriores: Mauro Vieira – foi chanceler no governo de Dilma Rousseff, de 2015 a 2016;
  • Gabinete de Segurança Institucional: Gonçalves Dias – atuou no comando da segurança pessoal de Lula no seu antigo governo;
  • Secretaria de Comunicação: Paulo Pimenta (PT-RS) – deputado federal;
  • Agricultura: Carlos Fávaro (PSD-MT) – Senador;
  • Integração e Desenvolvimento Regional: Waldez Góes – Ex-governador do Amapá;
  • Pesca: André de Paula (PSD-PE) – deputado federal;
  • Previdência: Carlos Lupi – presidente nacional do PDT;
  • Cidades: Jáder Filho – presidente do MDB do Pará;
  • Comunicações: Juscelino Filho (União-MA) – deputado federal;
  • Minas e Energia: Alexandre Silveira (PSD-MG) – senador;
  • Desenvolvimento Agrário: Paulo Teixeira (PT-SP) – deputado federal;
  • Esportes: Ana Moser – medalhista olímpica no vôlei;
  • Meio Ambiente: Marina Silva (Rede-SP) – ex-ministra e deputada federal eleita;
  • Planejamento: Simone Tebet (MDB-MS) – senadora;
  • Turismo: Daniela do Waguinho (União-RJ) – deputada federal;
  • Povos Indígenas: Sônia Guajajara (Psol-SP) – líder indígena;
  • Transportes: Renan Filho (MDB-AL) – ex-governador e senador eleito.
Ceara Agora

Postar um comentário

0 Comentários