Decisão do STF favorável a Lula acelera ainda mais a discussão de alianças para 2022



 


A decisão adotada pelo Pleno do Supremo Tribunal Federal, STF, deixa ainda mais clareza sobre a entrada do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na corrida eleitoral de 2022. 

As articulações, que já estavam sendo feitas desde a decisão do ministro Edson Fachin, que considerou Lula apta a concorrer ao pleito do próximo ano, ganharão ainda mais força com a decisão da Suprema Corte. 

Lula é, desde já, pré-candidato ao Palácio do Planalto e se torna o mais forte adversário para o presidente Jair Bolsonaro que trabalha para conquistar um novo mandato.

Ceará Agora

Postar um comentário

0 Comentários