Vendido por até R$ 105, preço médio do gás de cozinha completa um mês de alta no Ceará



 


O preço médio do botijão de 13 kg do Gás Liquefeito de Petróleo (GLP), o gás de cozinha, completa um mês de alta consecutiva no Ceará nesta segunda-feira, 5. Nesta semana, o produto está sendo vendido em média por R$ 94,32. Valor é R$ 0,95 mais caro do que na semana imediatamente anterior e mantém o Estado com a segunda maior média de preço entre os nove estados da região Nordeste. No Ceará, um botijão de gás de cozinha pode ser encontrado por até R$ 105, maior patamar da região.


Em um mês, o botijão de gás aumentou cerca de R$ 2,34 no preço médio repassado ao consumidor no Estado. As informações integram o mais recente levantamento da Agência Nacional de Petróleo (ANP) que realizou consulta em 97 pontos de vendas no Estado. De acordo com a pesquisa, o preço do botijão varia entre R$ 79 e R$ 105 a depender do ponto de revenda e do município.

Localizada na região metropolitana da Capital, a cidade de Caucaia é o local com maior diferença de preço entre os estabelecimentos que comercializam o gás de cozinha em todo Ceará, a variação pode chegar a R$ 6,88, sendo o produto comercializado a partir de R$ 79.A região com menor variação é Iguatu, onde o gás de cozinha pode ser encontrado entre R$ 93 e R$ 94.

grandes reportagens, podcasts, séries e muito mais.Em Fortaleza, o produto pode ser encontrado com valores entre R$ 85 e R$ 100. O Crato registra vendas do botijão de gás de cozinha a partir de R$ 90 e Maracanaú a partir de R$ 84. Ambas as cidades apresentam preço máximo de R$ 100 na comercialização do produto. Em Quixadá, encontra-se o menor patamar máximo registrado. Na cidade, o ponto de venda mais caro comercializa o botijão por R$ 90.

Com informações do O Povo.

Postar um comentário

0 Comentários