Menina de 12 anos sofre estupro coletivo cometido por adolescentes, em Sobral



 


A Polícia Civil do Ceará investiga o caso de um estupro coletivo cometido por um adulto e por, pelo menos, seis adolescentes contra uma menina de 12 anos, no distrito de Jordão, em Sobral, região Norte do estado.

O Conselho Tutelar do município tomou conhecimento do caso após o pai da adolescente ter procurado um posto de saúde para que a vítima fizesse um teste de gravidez. Os profissionais da unidade de saúde questionaram o motivo do teste para a menina e ela disse para a equipe médica que foi violentada pelos adolescentes que são vizinhos dela.

A adolescente foi submetida a um exame de corpo de delito que comprovou a violência sexual. Por causa da gravidade dos abusos, ela ficou internada de 11 a 18 de outubro em um hospital de Sobral. Ela recebeu alta e está se recuperando na casa de uma irmã.

"Nós recebemos a denúncia feita pelo pessoal do Programa Saúde da Família (PSF) que a atendeu na unidade de saúde e já estamos tomamos as providências e acompanhando junto a família dela", disse o conselheiro tutelar José Arteiro Ferreira.

O caso foi enviado à Delegacia de Defesa da Mulher (DDF) para onde o adulto foi levado para prestar depoimento. Ele foi ouvido, mas como não se tratava mais de um flagrante, acabou sendo liberado. Não foram divulgadas informações sobre os adolescentes suspeitos do crime.

Abusos gravados

Em depoimento à polícia, a vítima relatou aos agentes que foi amarrada, vendada e abusada sexualmente pelo grupo em uma quadra durante uma festa.

Os abusos contra a adolescente foram filmados e vídeos da violência sexual foram compartilhados nas redes sociais.

Conforme o Boletim de Ocorrência registrado na DDF de Sobral, também há suspeita da jovem sofrer abusos por parte do padrasto, que morava com ela e a mãe.


G1

Postar um comentário

0 Comentários