Ceará: Polícia Federal já apreendeu R$ 1 milhão em cédulas falsas




 A apreensão de cédulas falsas se tornou rotineira para a Polícia Federal (PF) no Ceará, nos últimos anos. Entre 2018 e 2021, o Órgão reteve mais de 16,5 mil cédulas falsas, que somavam quase R$ 1 milhão, no Estado. A ocorrência mais recente foi registrada na última terça-feira (21), quando um homem foi preso em flagrante em Fortaleza na posse de 20 cédulas falsas, que somariam R$ 1 mil.


De acordo com dados da Polícia Federal, 2.937 cédulas falsas foram apreendidas em território cearense em 2021. O número de notas apresenta uma queda de 31,9% em relação à quantidade apreendida em 2020, que foi de 4.317 cédulas; e uma redução ainda maior, de 63,7%, na comparação com 2019 - que teve um número recorde de 8.095 cédulas falsas retidas. Mas significa um aumento de 150,3% na comparação com 2018, que teve 1.173 cédulas falsas subtraídas.

O chefe da Delegacia de Repressão ao Crime Organizado (DRCOR), delegado federal Alan Robson Alexandrino, acredita que a queda de apreensões nos últimos anos é um efeito da intensificação da parceria da PF com os Correios e com outras empresas transportadoras, que permite a identificação de envios de cédulas falsas e a abordagem em flagrante.

Os criminosos interceptados pela PF tentavam inserir R$ 177.385 falsos no mercado cearense, no ano corrente. Em 2020, esse valor era de R$ 368.340. Em 2019, de R$ 266.595. E em 2018, de R$ 89.540. Ao total, nos quatro anos, foram apreendidos R$ 901.860 falsos.

Nesse período, foram apreendidas cédulas falsas que valeriam de R$ 5 a R$ 200 (esta última, apenas em 2021). Nos anos de 2019 e 2020, policiais federais também encontraram dólares e outras moedas falsas, no Ceará.

Com informações do Diário do Nordeste.

Postar um comentário

0 Comentários