Salário mínimo em 2022 será de R$ 1.212, anuncia Bolsonaro




presidente Jair Bolsonaro anunciou que o salário mínimo no País será de R$ 1.212 em 2022. A novidade foi divulgada em transmissão nas redes sociais nesta quinta-feira, 30. Medida provisória com o novo valor será publicada no Diário Oficial da União até esta sexta-feira, 31. Em 2021, o salário mínimo foi de R$ 1.100.

O valor aumenta em R$ 112. A título de comparação, o valor de 2021 teve um aumento de R$ 61 quando comparado ao valor de 2020. O novo valor já começa a valer a partir do dia 1º de janeiro de 2022, um sábado. "A partir de primeiro de janeiro o novo valor do salário mínimo [será de] R$ 1.212", afirmou Bolsonaro durante live nesta noite. As informações são do portal G1.

O reajuste repõe apenas a perda no poder de compra dos brasileiros devido à alta de preços ao longo de 2021. Apesar da pressão política por um reajuste acima da inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), o governo não promoveu um aumento real do salário mínimo pelo impacto nas contas públicas, já que os benefícios da Previdência e também sociais estão atrelados ao piso.

Os R$ 1.212 foram fixados no Orçamento a partir de uma previsão de 10,18% para o INPC. O salário mínimo serve de referência para cerca de 50 milhões de brasileiros, segundo dados do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). Destes, um total de 24 milhões de beneficiários são do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

A última vez que o salário mínimo teve ganho real foi no início de 2019, primeiro ano de mandato de Bolsonaro, quando ele assinou um decreto atualizando o valor do piso de acordo com a política de valorização aprovada no governo Dilma Rousseff (PT) e válida de 2016 a 2019. Desde então, o governo Bolsonaro tem concedido apenas aumentos para repor a inflação.

(Com Agência Estado)

Postar um comentário

0 Comentários