Professores de 43 cidades do Ceará conquistam reajuste salarial de 33,24%





A batalha pelo reajuste de 33,24% para os profissionais do magistério alcança mais vitórias nos municípios do Ceará. Agora são 43 cidades que garantiram, após pressão dos sindicatos de servidores e professores e da Federação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal do Estado do Ceará (Fetamce), a reposição salarial da categoria.

As localidades que já autorizaram a atualização das remunerações dos professores conforme a Lei Federal N° 11.738/2008 são: Acarape, Acaraú, Apuiarés, Aracati, Assaré, Barbalha, Brejo Santo, Campos Sales, Capistrano, Catunda, Caucaia, Cedro, Choro, Crato, Cruz, Fortaleza, Fortim, General Sampaio, Hidrolândia, Jardim, Jijoca de Jericoacoara, Juazeiro do Norte, Limoeiro do Norte, Madalena, Mauriti, Milagres, Milhã, Missão Velha, Nova Olinda, Nova Russas, Paraipaba, Porteiras, Potengi, Quixadá, Redenção, Salitre, Santa Quitéria, Santana do Cariri, Senador Sá, Tauá, Uruburetama, Varjota e Várzea Alegre.

De acordo com a presidenta da Fetamce, Enedina Soares, a luta pelo reajuste de 33,24% para os educadores deve ser intensificada nas cidades em que o benefício ainda não foi alcançado. É o caso de Maracanaú, onde a prefeitura, com a maioria dos vereadores, aprovou reposição abaixo do índice da lei. Diante disso, os professores do município decidiram entrar em greve, que deve ser iniciada na quarta-feira (16/02). “O momento é de avançar na nossa mobilização. Vamos denunciar os prefeitos que descumprem a legislação e conquistar o apoio da sociedade”, destaca a dirigente.




FETAMCE

Postar um comentário

0 Comentários