TCU aponta indícios de fraude na compra de cloroquina



 


O Tribunal de Contas da União (TCU) apontou em documento da área técnica,“indícios robustos” de fraude em licitações por parte da empresa que forneceu ao Exército o insumo para a produção de cloroquina.

As informações são da Folha de São Paulo, divulgada nesta sexta-feira.

O documento do TCU, obtido pelo jornal citado, revelaque a suposta fraude teria ocorrido entre 2018 e 2021. As irregularidades foram verificadas em 26 licitações, das quais 24 ocorreram de 2019 em diante, no governo do presidente Jair Bolsonaro.

A explosão da produção de cloroquina ocorreu a partir de um desejo expresso de Bolsonaro para combater a COVID, apesar de a ciência reiterar que não existe nenhuma evidência da eficácia do medicamento para tratar ou prevenir a infecção por coronavírus.

Ceará Agora

Postar um comentário

0 Comentários