Camilo Santana confirma renúncia no dia 2 de abril



 


Todo o staff do governador Camilo Santana (PT) trabalha na estratégia da última semana de atuação dele como chefe do Executivo Estadual. Ele terá agenda cheia, eventos festivos e uma série de discursos emotivos. Até agora, entretanto, o gestor vinha disciplinado a adiar a confirmação da saída, mas ela veio de forma concreta nesta segunda-feira (28).

Durante evento de inauguração do Centro de Formação e Desenvolvimento para os Profissionais da Educação do Estado, no bairro João XXIII, em Fortaleza, o governador, em discurso, ensaiou a despedida ao falar diretamente aos professores: “essa deve ser o último evento em que nos encontramos como governador do Estado”.

Ao fim da declaração, após registrar avanços na educação pública estadual, ele falou diretamente da vice-governadora Izolda Cela.

“Saindo agora no dia 2 (de abril), o Estado fica em excelentes mãos. Uma pessoa íntegra, seríssima, que revolucionou a educação”. 

CAMILO SANTANA

Governador do Estado

REGRAS ELEITORAIS

Pela Legislação Eleitoral, os ocupantes de cargos públicos que queiram se candidatar a outro posto nas Eleições de outubro precisam se desincompatibilizar até o próximo dia 2 de abril, data citada pelo governador.

Camilo deve ser candidato a senador na chapa majoritária governista, cujo candidato ao governo deve ser do PDT e um vice-governador cuja articulação ainda está em andamento.

O governo prepara uma solenidade para o próximo sábado (2) para marcar a renúncia de Camilo Santana e a posse de Izolda. Será a primeira vez na história que uma mulher assumirá, de maneira efetiva, o cargo de governadora do Estado, conforme já abordamos nesta coluna.

“Uma pessoa extraordinária, discreta, mas firme e forte que esteve ao meu lado, nas decisões mais difíceis”, disse Camilo sobre a vice.

Diario do Nordeste

Postar um comentário

0 Comentários