Cidade do Ceará tem gasolina entre as mais caras do Brasil





Quatro estados concentram os preços mais exorbitantes da gasolina no Brasil. Conforme o mais recente levantamento semanal da ANP (Agência Nacional do Petróleo), realizado entre os dias 22 e 28 de maio, o valor máximo para o litro foi encontrado em Barueri (SP), por impressionantes R$ 8,59.

A segunda posição fica com Angra dos Reis (RJ), onde o combustível foi registrado pela cotação máxima de R$ 8,49. Barra Mansa, outra cidade do Rio de Janeiro, ocupa o terceiro lugar desse pódio amargo, com R$ 8,46.

Bahia e Ceará são os demais estados que possuem cidades no ranking das 15 mais caras para abastecer. Destaque para Porto Seguro, onde foi assinalada a gasolina com valor mais alto do Nordeste (R$ 8,42) e quinto do País.

No caso do Ceará, apenas a cidade de Crateús consta na lista. Por lá, o litro chega a R$ 8,30.

RANKING DAS CIDADES COM GASOLINA MAIS CARA

  • 1º) Barueri (SP): R$ 8,59
  • 2º) Angra dos Reis (RJ): R$ 8,49
  • 3º) Barra Mansa (RJ): R$ 8,46
  • 4º) Valença (RJ): R$ 8,44
  • 5º) Porto Seguro (BA): R$ 8,42
  • 6º) Guaratinguetá (SP): R$ 8,39
  • 7º) Itaguaí (RJ): R$ 8,39
  • 8º) Niterói (RJ): R$ 8,39
  • 9º) Petrópolis (RJ): R$ 8,39
  • 10º) Brumado (BA): R$ 8,39
  • 11º) Livramento de Nossa Senhora (BA): R$ 8,39
  • 12º) Eunápolis (BA): R$ 8,37
  • 13º) Rio de Janeiro (RJ): R$ 8,33
  • 14º) Crateús (CE): R$ 8,30
  • 15º) Cabo Frio (RJ): R$ 8,29

O levantamento da ANP consultou preços em mais de 2.500 postos de combustíveis em todo o País.

Sobre o ranking das cidades, vale frisar que a sondagem coleta dados apenas de parte dos municípios. Portanto, na prática, podem existir cotações ainda mais elevadas em outros municípios do Brasil que não integram a pesquisa.

Diario do Nordeste

Postar um comentário

0 Comentários