Governo Federal inaugura viaduto na BR-222 em Tianguá, obra estava paralisada hà 10 anos




 O Ministério da Infraestrutura, por meio do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), avança nas obras de duplicação da Travessia Urbana de Tianguá e acaba de concluir o viaduto de acesso ao município de Viçosa do Ceará. A cerimônia de entrega da estrutura à população ocorre nesta sexta-feira (27), com a presença do Ministro da Infraestrutura, Marcelo Sampaio, e do Diretor-Geral do DNIT, General Santos Filho, além de outras autoridades.

Com apoio da bancada parlamentar através da destinação de emendas, as obras de duplicação da travessia urbana do município de Tianguá foram retomadas no início de 2021. Os trabalhos contemplam a execução das obras remanescentes de adequação de capacidade e eliminação de pontos críticos, englobando a duplicação da rodovia BR-222/CE na região, no segmento compreendido entre o km 309,25 e o km 315,8, totalizando 6,52 quilômetros de extensão.

O projeto desenvolvido abrange ainda a execução de vias marginais segregadas das pistas principais, com calçadas e ciclovia, além de uma passarela já implantada. Até o momento, diversos serviços foram realizados no âmbito do empreendimento, como terra armada, terraplenagem, drenagem e pavimentação. Agora, com o viaduto concluído, os motoristas terão uma nova via de acesso ao município de Viçosa/CE, o que garante maior fluidez e segurança ao tráfego da região.

Importância - O contrato assinado para a obra prevê um investimento de R$ 83,3 milhões e busca garantir maior segurança viária aos usuários, assim como melhorar a capacidade de tráfego na BR-222/CE, facilitando o transporte de cargas. O segmento a ser duplicado faz a conexão do município de Tianguá à capital Fortaleza, além de permitir a ligação com os estados do Piauí, Maranhão, com a Região Norte do país, bem como a municípios do interior cearense.

Os serviços seguem em execução ao longo de outros pontos da travessia e novos trechos serão finalizados no decorrer dos próximos meses. Após sua conclusão, a obra irá melhorar a mobilidade e a logística de transportes de mercadorias da região, garantindo fluidez ao tráfego e impulsionando a economia no estado.

Postar um comentário

0 Comentários