Ciro, Lula e Bolsonaro estarão no mesmo dia em Salvador



 


Um tradicional termômetro sobre a popularidade dos políticos, o desfile do 2 de Julho, que celebra a Independência da Bahia, será marcado este ano pela presença dos três principais nomes na corrida para o Palácio do Planalto nas eleições de outubro.

Ciro Gomes (PDT), Jair Bolsonaro (PL) e Lula da Silva (PT) terão, cada um, uma agenda distinta, a começar pelo pedetista que, às 7h, já está com presença confirmada para o desfile cívico, com largada na Lapinha. 

Já o atual presidente estará no Farol da Barra para dar início a uma "motociata", que seguirá até o Parque dos Ventos, na Boca do Rio.

O ex-presidente, por sua vez, estará na Arena Fonte Nova às 10h30 para o "Grande Ato da Independência". Lula não confirmou participação no ato cívico, mas estará no estádio ao lado do governador Rui Costa e do pré-candidato do PT ao governo do estado, Jerônimo Rodrigues (PT), além dos senadores Jaques Wagner e Otto Alencar e outros políticos e apoiadores. Para entrar no evento, é necessário um cadastramento no site do PT na Bahia.

Motociata

Já o presidente Bolsonaro dará um passeio de moto com apoiadores a partir das 9h pelas ruas da Orla de Salvador. A concentração começa às 8h, no Farol da Barra, a 5 km de distância da Fonte Nova. Antes, a concentração estava prevista para acontecer no Dique do Tororó, ao lado da Arena, mas a organização do evento divulgou a mudança nessa terça (28).

O presidente estará acompanhado do ex-ministro da Cidadania e pré-candidato ao governo da Bahia, João Roma (PL) e da pré-candidata ao senado, Dra. Raissa Soares (PL).

Ciro Gomes chegará à Bahia ainda na sexta (1º), onde participará de um evento no município de Euclides da Cunha, e no dia 2 fará parte do Cortejo Cívico, com a primeira parte iniciada em direção à Praça Thomé de Souza. No dia 3, estará em um evento em Salvador e outro em Lauro de Freitas, com coordenação por parte da vice-prefeita de Salvador, Ana Paula Matos, segundo o presidente estadual do partido, deputado Félix Mendonça.

Segurança

A Secretaria de Segurança Pública informou que, por ora, está na fase de um levantamento das informações sobre o esquema de segurança para o 2 de Julho. No entanto, a segurança do candidato petista estará sendo reforçada por policiais civis, militares, federais, penais, rodoviários e peritos técnicos que atualmente integram o setorial petista, além de policiais que são filiados a outros partidos de esquerda como o PSB, PSD, PV e Rede. 

As informações são do Jornal Correio

Postar um comentário

0 Comentários