Associação de árbitros prepara greve e paralisação total do Campeonato Brasileiro



 Segundo entidade que representa os profissionais, corte de repasses dos recursos de propaganda seria o estopim da insatisfação


Criado em 1959, o Campeonato Brasileiro pode ser interrompido pela primeira vez por falta de árbitros. Em comunicado divulgado na segunda-feira (11), a Associação Nacional dos Árbitros de Futebol (Anaf) sinalizou a possibilidade do inédito movimento.

O estopim, segundo o presidente da entidade, Salmo Valentin (foto), seria o corte de repasses dos recursos geradores pela propaganda no uniforme dos árbitros. A medida teria sido decidida pelo presidente da CBF, o baiano Ednaldo Rodrigues. A suspensão do pagamento acontece desde março deste ano, relatou.

“Recebíamos R$ 30 mil mensais, dos R$ 10 milhões que a CBF recebe dos patrocinadores que expõem suas marcas nas camisas da arbitragem. Esse recurso era utilizado para a manutenção da entidade, que o utiliza em benefício dos árbitros aplicando seguro lesão, para quem se contundir, transporte terrestre, auxílio médico, jurídico… uma série de benefícios que teremos de cortar”, prosseguiu Valentim.


Bahia.Ba

Postar um comentário

0 Comentários