Ceará: Vigilante furta armas do local de trabalho para matar ex-companheira



 Os três revólveres e uma arma branca foram aprendidos posteriormente pela Polícia Militar


Francisco Oliveira de Lima Filho, de 38 anos, era vigilante e na madrugada desta quarta-feira, 6, ele saiu meia hora antes do fim do plantão e furtou três armas de fogo. As armas foram usadas para matar a ex-companheira, Maria Jocélia Brito, de 39 anos, com quem manteve um relacionamento de mais de 15 anos. A mulher deixa três filhos. O crime aconteceu na rua Leopoldina com avenida Antônio Sales, no bairro Joaquim Távora, em Fortaleza. 

O Sindicato dos Vigilantes entrou em contato com a empresa que Francisco trabalhava e foi informado de que o homem era "um profissional sério e trabalhava na empresa há alguns anos". "Hoje ele saiu meia hora mais cedo e levou as armas", afirma.




O local do posto de trabalho de Francisco não foi divulgado. O Sindicato dos Vigilantes emitiu uma nota oficial sobre o caso.

Do trabalho e armado com os três revólveres e uma faca, o homem foi até um supermercado na avenida Antônio Sales, o local de trabalho da vítima. Como ela não havia chegado, ele foi às proximidades da casa dela e a encontrou fardada e trafegando de bicicleta, a caminho do supermercado.

A vítima foi morta a tiros no local. 

Após o crime, a Polícia Militar apreendeu os três revólveres e uma faca. 


O Povo

Postar um comentário

0 Comentários