Tirullipa chora após polícia apreender bens de sua casa: 'Covardia grande'





O humorista Tirullipa, de 37 anos, se manifestou, na tarde de hoje, para fazer um desabafo e chorou ao falar sobre a Polícia Civil de São Paulo ter ido a sua casa cumprir um mandado de busca e apreensão, no bairro Alphaville, na noite de ontem. Ele está sendo alvo de investigação, assim como a influenciadora digital Deolane Bezerra, por ter feito trabalho de publicidades para a empresa Betzord — que atua no segmento de jogos e apostas esportivas on-line.

Por meio dos stories, no Instagram, o artista reforço que somente prestou um serviço pontual para a empresa e negou qualquer relação com os investidores investigados pela polícia."Tenho 26 anos de carreira, e eu não duraria tantos anos se eu não usasse com a verdade e com a honestidade. O que estão fazendo comigo é uma covardia muito grande. É fake news essa notícia de que tenho envolvimento com alguma coisa criminosa. Jamais! E nunca irei me envolver", iniciou ele.

Não tenho relacionamento com essa empresa. Quase um ano depois de eu ter feito esse job pontual, a polícia descobriu algumas coisas sobre essa empresa e veio atrás dos influenciadores que já prestaram serviço para essa empresa.Tirullipa

O humorista, inclusive, confirmou que parte dos bens confiscados pela polícia já foram devolvidos.

"Gente, vínculo zero. Não tenho vínculo com a empresa, nem vínculo com esses sócios. Fiz o meu trabalho pontual, recebi pelo meu trabalho e ponto. 'Ah, Tirullipa, levaram algumas coisas suas?' Levaram algumas coisas minhas para o inquérito, já devolveram uma parte e já comprovei e provei tudo. Estou à disposição da Justiça. Eles sabem de tudo meu, tem tudo meu e graças a Deus pago meus impostos direitinho, trabalho muito e vendo alegria", explicou.

Tirullipa encerrou sua manifestação afirmando que irá dar um tempo das redes sociais para curtir as férias ao lado da família e buscar se recompor da 'pancada sofrida'.

Faço o povo feliz, vou continuar fazendo e tiro muita gente da depressão, mas fico um pouco chateado quando querem sujar o seu nome. A Justiça é de Deus. Queria agradecer a todos os amigos e fãs pelas mensagens. Antes de me pronunciar, muita gente mandou mensagem de apoio acreditando em mim sem eu falar nada. Obrigado. Eu quero dizer para vocês que preciso me recompor, dar um tempo e vou para o meu porto seguro que é minha família. Eu sou ser humano também. Eu sinto a pancada quando batem em mim. Preciso me recupera e me recompor para fazer vocês sorrirem.Tirullipa
Posição da polícia

Em contato com Splash, a SSP (secretaria de Segurança Pública) do estado enviou a seguinte nota: "Policiais civis do 27º Distrito Policial deram cumprimento a mandados de busca e apreensão, conforme solicitação do Ministério Público, em imóveis na cidade de Barueri, região metropolitana de São Paulo. As investigações prosseguem sob sigilo judicial."
O que diz a empresa

A Betzord divulgou um comunicado nas redes sociais, indicando que "sempre atuou de forma correta e respeitando as normais legais".

"A empresa contribui e sempre irá contribuir com as investigações e quando oportunizado demonstrará a legalidade de seus atos", diz a publicação.


Splash

Postar um comentário

0 Comentários