Com a morte de Elizabeth II, Charles é o novo rei do Reino Unido





Após a morte da rainha Elizabeth II, aos 96 anos, nesta quinta-feira (8/9), Charles Philip Arthur George, o príncipe de Gales, alcançou o último degrau na sucessão do trono do Reino Unido. A partir de agora, ele irá assumir a coroa, já nesta sexta-feira (9/9), de acordo com a operação London Bridge (plano que incluía preparativos para o falecimento da rainha e posse do então príncipe).

Charles nasceu no Palácio de Buckingham às 21h14 de 14 de novembro de 1948. Como herdeiro do trono britânico, recebeu inúmeros títulos de nobreza. De acordo com as regras palacianas, era identificado oficialmente como His Royal Highness Prince Charles Philip Arthur George, Prince of Wales, Duke of Cornwall, Duke of Rothesay, Duke of Edinburgh, Earl of Chester, Earl of Carrick, Earl of Merioneth, Baron of Renfrew, Baron Greenwich, Lord of the Isles and Great Steward of Scotland, KG, KT, GCB, OM, AK, QSO, CC, PC, ADC.


O mais importante deles, antes da coroa, foi o título de Príncipe de Gales, criado para o herdeiro do trono britânico em 1969. Com a morte do pai, o príncipe Philip, Charles também herdou o título de Duque de Edimburgo

Charles foi o primeiro herdeiro à realeza a ter se formado em uma universidade, se graduando pela Trinity College em 1970 (onde estudou antropologia, história e arqueologia) antes de seguir uma carreira militar bem-sucedida, que se estendeu até 1976.
Casamento com Diana

Seu primeiro casamento foi com a princesa Diana Spencer em 29 de julho de 1981. A cerimônia ostentosa para 3 mil convidados na Catedral de St. Paul foi, para todos os efeitos, também um sucesso de audiência: ela foi assistida por 750 milhões de pessoas em 74 países.

O apelidado “casamento do século” foi encarado, na época, como uma dessas histórias dignas de contos de fadas. Inclusive por força da ocasião: era a primeira vez em 300 anos que um herdeiro ao trono se casava com uma cidadã britânica, sem título de realeza.



O romance dos dois começou com uma visita de Charles a Althorp, propriedade da família Spencer, que deixara Diana encantada. Após uma temporada estudando na Suiça, a jovem (cerca de 12 anos mais nova que Charles), só voltaria a ver o príncipe, na época com seus 30 anos, em uma festa em 1980 (na época, Charles ainda lamentava o destino de seu mentor, Lord Louis Mountbatten, morto em um atentado um ano antes). O matrimônio entre os dois foi fomentada pela rainha, amiga da avó de Diana.

Ambos se separaram em 1992 e se divorciaram quatro anos depois, em 1996, aconselhados inclusive pela rainha, preocupada com o caratér público da disputa matrimonial que há tempos ganhava contornos de escândalo. O fim definitivo do casamento aconteceu um ano antes do trágico acidente de carro em Paris que terminou com a morte de Lady Diana em 1997. Após a tragédia, Charles assumiu a guarda dos filhos.
Herdeiros do rei

Charles tem dois filhos com a primeira mulher, princesa Diana, e cinco netos. Os filhos são: o príncipe William, nascido em 21 de junho de 1982, e o príncipe Harry, nascido em 15 de setembro de 1984.

Os netos são George, Charlotte e Louis, filhos de William e Kate Middleton; e Archie e Lilibet Diana, filhos de Harry e Meghan.
Longa espera

Atualmente com 73 anos, Charles tinha apenas três quando a mãe se tornou rainha, onde ficou por sete décadas seguintes.

Para auxiliá-lo na empreitada de assumir o trono, Charles conta com a ajuda de Camilla, com quem se casou em 2005. Apontada como amante enquanto o atual rei era casado com Diana, ela foi vista como vilã por vários anos.

Ele e a esposa foram consagrados recentemente por uma carta de Elizabeth II, que expôs o desejo de que, quando Charles subir ao trono, Camilla suba junto, como rainha consorte.
Em terras brasileiras

Charles esteve no Brasil pela primeira vez em 1978, depois voltou ao país – dessa vez ao lado da Princesa Diana – em 1991. Em 2002 o Príncipe esteve no Brasil pela terceira vez e na última visita, em 2009, veio acompanhado da atual esposa.

Metropoles

Postar um comentário

0 Comentários