Ceará: Homem é solto pela justiça e mata o pai a pauladas após genitor se recusar a recebê-lo em casa



 Lucas Mateus vinha sendo monitorado por tornozeleira eletrônica há menos de um mês. Ele é suspeito de assassinar o próprio pai com requintes de crueldade



O Ministério Público do Ceará (MPCE) pediu a prisão de um homem suspeito de assassinar o próprio pai a pauladas. Lucas Mateus Mesquita Moraes teria cometido o crime com requintes de crueldade na casa da vítima, em Caucaia, Região Metropolitana de Fortaleza (RMF).

Lucas Mateus rompeu o sinal da tornozeleira eletrônica instantes após o homicídio, no último dia 5 de novembro. Ele vinha sendo monitorado pelo equipamento há menos de um mês, desde quando a Justiça decidiu soltá-lo em audiência de custódia devido a um roubo e aplicou o monitoramento como medida cautelar.

Alexandre de Abreu Moraes, pai do Lucas, estava em casa quando foi surpreendido pelo filho. A vítima se negou a abrir o portão da residência, mas Lucas pulou o muro do imóvel. Outra filha da vítima ouviu as pancadas e já encontrou o pai ensanguentado no chão, enquanto o irmão estava em pé, fumando e segurando um pedaço de madeira supostamente usado nas agressões.

A vítima foi socorrida ao Hospital Municipal de Caucaia, mas não resistiu aos ferimentos.

A Polícia Civil do Ceará instaurou inquérito para apurar o caso. O promotor de Justiça Jairo Pequeno Neto denunciou Lucas pelo homicídio e requereu a prisão preventiva.


Diario do Nordeste

Postar um comentário

0 Comentários