Em Itarema, ex-funcionário de farmácia é preso suspeito de estuprar adolescentes, produzir e armazenar pornografia infantil



 

A vítima do estupro, de 15 anos, era ameaçada de morte pelo criminoso para que não falasse sobre o caso.





Um ex-funcionário de uma farmácia foi preso suspeito dos crimes de estupro e de armazenar e produzir conteúdo pornográfico de crianças e adolescentes em Itarema, no Ceará. O suspeito tem 29 anos.

No celular dele, foram encontrados fotos e vídeos em que o suspeito aparece praticando atos libidinosos com as vítimas. A prisão aconteceu nesta terça-feira (1º).

A farmácia onde o homem trabalhava repudiou o caso. "Deixamos claro o nosso repúdio e indignação sobre quaisquer tipos de violência sexual contra adolescentes e crianças, pedofilia, estupro e afins, que são abomináveis na nossa convivência em sociedade. Práticas como essas são inaceitáveis diante da humanidade e não podem ser apoiadas de forma alguma. Esperamos que a justiça seja feita", disse.

A Polícia Civil do Estado do Ceará (PC-CE) cumpriu um mandado de prisão e outro de busca e apreensão contra ele. O estupro teria sido cometido contra um adolescente de 15 anos, no último dia 27 de outubro.

A vítima foi atraída, pelas redes sociais, para uma residência particular na sede do município. Após cometer o ato libidinoso, o homem de 29 anos ameaçava a vítima para que o crime não fosse revelado.

A Delegacia Municipal de Itarema, unidade da PC-CE responsável pela área, segue conduzindo o trabalho para identificar e localizar possíveis outras vítimas do suspeito.


G1

Postar um comentário

0 Comentários