Granja, que já paga além do piso, garante mais 15% ao magistério



 


A Prefeita do município de Granja, Juliana Aldigueri (PDT), encaminhou à Câmara Municipal um Projeto de Lei concedendo reajuste variável de até 15% na tabela de vencimentos dos professores e professoras. Esse aumento consolida o município como um dos que mais valoriza a profissão de professor e professora no Brasil, uma vez que já é prática em Granja pagar acima do piso proposto pelo governo federal desde a gestão do hoje Deputado Estadual Romeu Aldigueri.

Nessa semana, o ministro da Educação, Camilo Santana, anunciou o reajuste de quase 15% no piso salarial dos professores que passará a R$ 4.420,55. Granja já remunerava acima desse valor, além de realizar concursos públicos regularmente com implementação de gratificações por pós graduação ou determinadas capacitações. Apesar disso ainda garantirá mais 15% de reajuste.

“Granja que já é citada nacionalmente como exemplo em eficácia de educação pública, com escolas entre as melhores de todo o Brasil, não se guiará por nenhuma instituição que conteste o aumento”, comenta Juliana. A fala se refere à crítica da Confederação Nacional dos Municípios (CNM) que não apoiou o reajuste do piso salarial dos professores oficializado pelo governo federal. “Cidade que respeita seu futuro não contesta. Cidade que olha para frente, cumpre. Granja já cumpria esse valor e vai continuar na vanguarda. Por isso estou enviando à Câmara municipal essa proposta”, diz a Prefeita.

(*)com informação da PMG

Postar um comentário

0 Comentários