Facebook bloqueia conta de Nicolás Maduro por promover remédio ineficaz contra Covid-19





O Facebook suspendeu a página do presidente venezuelano Nicolás Maduro por um mês. A medida se deu em razão da violação de políticas contra a divulgação de informações falsas sobre a Covid-19 — o mandatário promoveu um remédio que ele afirmou, sem evidências, ser capaz de curar a doença.

Segundo Maduro, o carvativir, solução oral derivada do tomilho, erva com usos medicinais e ornamentais, seria um medicamento "milagroso", que neutralizava o novo coronavírus e não apresentava efeito colateral. Não há, entretanto, comprovação científica que apoie a informação.

O presidente venezuelano afirmou que o carvativir, chamado por ele de "gotas milagrosas" do médico venezuelano do século 19, José Gregorio Hernández, beatificado pela Igreja Católica Romana, pode ser usado preventiva e terapeuticamente contra a Covid-19.

Diário do Nordeste

Postar um comentário

0 Comentários